FALE COM A NONA  
Somos uma igreja adoradora, bíblica, contemporânea, intercessora
missionária e receptiva para a glória de Deus


150 anos de Presbiterianismo no Brasil
Artigo "12 de agosto de 1859", de Caroline Santana Pereira
Basta uma simples busca no Google (portal de pesquisa bastante utilizado mundialmente) para perceber que u m dos grandes eventos históricos de 1859 no Brasil é a chegada do rev. Ashbel Green Simonton na manhã de 12 de agosto. O jovem missionário, de 26 anos, chegava a um país grandioso, imperial, reinado por dom Pedro II. "É um lugar lindo, o mais singular e radiante que jamais vi (...) estou pronto para desembarcar", relatou o pasto r em seu diário.

O rev. Ashbel, ordenado pastor há poucos meses, chegou à capital do império, na época o Rio de Janeiro, vi ndo de Baltimore, Estados Unidos. Foram quase dois meses de viagem até o início da realização do seu plano de servir a Deus em solo brasileiro.

O belo Brasil, descrito por Simonton, possuía seu lado obscuro. Naquele ano, homens, mulheres e crianças d e pele negra ainda eram obrigados a trabalhar para grandes senhores. O país atravessava uma crise em relação à saúde pública. Doenças como tuberculose (considerada o mal do século 19) e febre amarela causavam transtornos e sérias preocupações, mesmo após a superação de uma epidemia de cólera.

Porém, alguns fatores contribuíram, de certa maneira, para a chegada de Simonton ao Brasil, como o process o de urbanização da cidade do Rio de Janeiro e o anseio por reformas mais profundas na sociedade, fruto dos id eais iluministas da época. Sabe-se que muitos protestantes já haviam pisado em solo brasileiro, contudo, as te ntativas foram fracassadas, já que a coroa portuguesa não via com bons olhos a presença de protestantes em sua maior colônia, oficialmente católica.

Em 1859 Simonton encontrou uma terra que já desfrutava de certa liberdade religiosa e aceitava a presença de protestantes em seu solo. À entrada do Rio de Janeiro pôde avistar o Pão de Açúcar e o Corcovado. "Sentiria dificuldade em descrever a emoção que tomou conta de mim ao ver aqueles picos altaneiros dos quais tenho ouvi do falar e lido tantas vezes, os quais me dizem que a viagem terminou e cheguei ao meu novo lar e
campo de trabalho", resumiu o pastor.

Em seu diário, o missionário mal conseguiu descrever suas sensações perante o desejo de desembarcar no Rio de Janeiro. Estava feliz e, ao mesmo tempo, sentia temor perante o tamanho de sua responsabilidade. Apesar de não falar o idioma português, o pastor logo iniciou seus trabalhos e fez seus primeiros contatos com estrange iros.

Até a data de seu falecimento, em 1867, o missionário presenciou fatos importantes da época, tais como o l ançamento do primeiro periódico protestante do Brasil - a Imprensa Evangélica, a organização do Presbitério do Rio de Janeiro, e a criação de um seminário teológico.

De 12 de agosto de 1859 a 12 de agosto de 2008, muito se pode dizer a respeito da IPB. A instituição se expandiu, cresceu e consolidou suas bases no Brasil. Hoje traz à memória sua trajetória de vida e reflete a respeito do tamanho da responsabilidade de expandir o reino de Deus pela propagação do evangelho - a mesma descrita por Simonton há 149 anos - e dar continuidade à missão traçada por seus pioneiros.

Texto: Caroline Santana Pereira (Rede Presbiteriana de Comunicação- Portal IPB)
Material Consultado:
MATOS, Alderi Souza (org). O Diário de Simonton. São Paulo, Editora Cultura Cristã, 2002
________________________Os pioneiros presbiterianos do Brasil. São Paulo, Editora Cultura Cristã, 2004

Voltar


 
 

Olhe para o alto. Veja os céus abertos.
DIP - Domingo da Igreja Perseguida
Religião sem Deus
O tempo da oportunidade é agora!
Onde estão os seus heróis?
Do que você realmente precisa?
De volta para o futuro!
Eu creio em uma igreja que cresce!
A Resposta Evangélica ao Cosumismo
Mandamentos de quem?
Consumir para Viver ou Viver para Consumir?
Encontro de Amizades Espirituais
Vergonha de ser virgem
Ana, a profetiza
Onde está o seu irmão?
A Ferramenta Favorita De Satanás
Você não precisa andar sozinho
Os Mega Desafios das Pequenas Igrejas
O que temos a ver com o assunto ecologia?
150 anos de Presbiterianismo no Brasil
Acolhei-vos...
Oferta Especial ao Senhor. Isso é Justo?
Quais devem ser meus motivos de oração?
Nossas Doutrinas

Rua André de Melo e Castro,195 | Nova Cachoeirinha | Belo Horizonte | (31) 3444.7707